Header Ads

Claudia Leitte diz que a mulher veio da costela de Adão e é criticada



No programa “Encontro com Fátima Bernardes” exibido nesta segunda-feira (26), a cantora Claudia Leitte participou de um debate sobre “gênero e profissões”. A baiana questionou se a sensibilidade feminina não seria resultado da maneira como Deus criou os seres humanos.

Enquanto os convidados comentavam o tema “as dificuldades delas no mercado dominado por eles”, Leitte disse acreditar que as mulheres eram naturalmente mais sensíveis.

“Geneticamente, a gente não é, como mulher, relacionada ao trabalho braçal, força bruta, a gente não é mais sensível? Historicamente, a gente veio da costela de Adão. Mas a costela de Adão protege os órgãos, a costela sustenta. Então é uma função que não desmerece a gente, muito pelo contrário, coloca a gente na condição de quem suporta e apoia. A gente não é mais sensível, os hormônios não fazem a gente ficar mais sensível?”, perguntou.

Embora Claudia tenha feito outros comentários positivos sobre as mulheres, chegando a apoiar “a militância” feminista, sua menção à passagem bíblica foi motivo de críticas na internet.

O público do Encontro, acostumado a “lacração” e imposição da agenda do marxismo cultural, não lidou bem com quem fala sobre sua fé com naturalidade. Entre as críticas, ela foi chamada de ‘burra’, ‘retardada’ e teve vários palavrões associados a ela.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.